quinta-feira, 24 de março de 2011

Confusa!





Já devo enlouquecer ou apenas sorrir?


quinta-feira, 17 de março de 2011

Os Sofrimentos do Jovem Werther - Goethe






Estou incrivelmente envolvida com essa intensa leitura. Lançada em 1774, pelo escritor alemão Johan Wolfgang Von Goethe. Um clássico da literatura.
É um romance narrado em primeira pessoa. O jovem Werther narra sua paixão não correspondia, através de cartas ao seu amigo Wilhelm, por Carlota noiva de Alberto. Esse romance traz um triste e impiedoso fim.

Segue trecho:


Os jovens daqui organizaram um baile no campo. Aceitei o convite que me foi feito, oferecendo-me como cavalheiro a uma jovem da vila, boa e bonita, mas insignificante quanto ao mais. Combinou-se que eu arranjasse um carro para levar à festa a minha dama e uma prima sua, e, de passagem, apanhássemos Carlota S...
— O senhor vai conhecer uma linda criatura — disse a minha companheira, quando nos dirigíamos, através do bosque imenso e bem cuidado, para o pavilhão de caça.
E a prima acrescentou:
— Não vá apaixonar-se.
— Por quê? — respondi.
— Porque ela já está prometida a um belo rapaz. Ele está de viagem, a fim de
regularizar os seus negócios, pois acaba de perder o pai. E também para arranjar um bom emprego.
Tudo isso deixou-me indiferente.

 E então Werther conheceu Carlota e daí começou seus tormentos e aflições.

Junho, 16

A razão por que eu não lhe tenho escrito? E é você que mo pergunta, você que se inclui entre os
sábios? Pode bem adivinhar que sou feliz, e mesmo... Em duas palavras, conheci alguém que
tocou o meu coração. Eu. . . eu não sei o que diga ...
Não é fácil contar-lhe, metodicamente, as circunstâncias que me fizeram conhecer a mais adorável
das criaturas. Sinto-me contente, feliz; serei, portanto, um mau narrador.
É um anjo!
Bolas! Já sei que todos dizem isso da sua amada, não é verdade? Entretanto, é-me impossível dizer
a você o quanto ela é perfeita, nem por que é tão perfeita. Só isto basta: ela tomou conta de todo o
meu ser.
Tanta naturalidade aliada a tão alto espírito de justiça! Tanta bondade aliada a tamanha firmeza!
Uma alma tão serena e tão cheia de vida e energia!

 Mais algum trecho.

Agosto, 18

Por que é que aquilo que faz a felicidade do homem acaba sendo, igualmente, a fonte de suas
desgraças?
O intenso sentimento do meu coração pela natureza em seu esplendor, sentimento que tanto me
deliciava, transformando em paraíso o mundo que me cerca, tornou-se para mim um tormento
intolerável, um fantasma que me tortura e persegue por toda parte.


 O amor e seus sentimentos profundos. Quem irá entender!

quarta-feira, 16 de março de 2011

...




Ó,  se você soubesse até onde me leva o coração!


sexta-feira, 11 de março de 2011

Agora sei qual o meu lugar.


E hoje me permito ser como eu quero. 
Já escutei tanta baboseira, que nem em mim acredito.
Já me arrependi muito do que fiz e agora eu sei qual o meu lugar.




"O presente não devolve o troco do passado. Sofrimento não é amargura. Tristeza não é pecado."

quinta-feira, 3 de março de 2011

Sim, eu acredito!

Aaaaaaa as pessoas sempre me encantam com suas falsidades... Sou amante da arte mentir, na verdade de ouvi-la... adoro como elas são colocadas nas frases, como se encaixam no momento, como simplesmente elas parecem real... E o mais interessante, é como o artista se porta a acreditar que o seu admirador está plenamente convencido que aquilo seja aceitável.